fbpx

8 métodos construtivos que são tendências na indústria da construção

Antes de fazer uma obra é essencial conhecer os métodos construtivos, para que assim você consiga definir na etapa de planejamento de obras, qual é o melhor método para uma construção. Uma vez que essa escolha interfere no custo, tempo e aparência de uma edificação.

Mas se você não tem ideia de como funciona cada um desses métodos, preste atenção neste texto e confira:

O que são métodos construtivos?

Para compreender tais sistemas é importante definir o que é o conceito de “métodos construtivos” e como essa escolha interfere em diferentes níveis em uma obra.

Sendo assim, os métodos construtivos são um conjunto de técnicas e tecnologias usadas na construção de um edifício. Assim, o método se relaciona com a estrutura de uma casa, ou de um prédio, garantindo a sua sustentação.

Dessa maneira, obviamente, antes de escolher um sistema específico os profissionais responsáveis precisam estudar muitos aspectos da obra antes de definir o melhor método.

Em estudo preliminar, o engenheiro ou arquiteto costuma levar em consideração quais são as necessidades dos clientes. Além disso, deve identificar as interferências ambientais, o modo de construção, orçamento, tempo de obra e se existe mão de obra e materiais disponíveis.

Quando a escolha pelo método construtivo é assertiva a tendência é que o processo de construção seja mais simples, tendo ainda melhor controle de qualidade e reduzindo desperdícios. Ou seja, o custo benefício da obra costuma melhorar consideravelmente.

As técnicas mais utilizadas são: alvenaria tradicional, alvenaria estrutural, wood frame, steel frame, paredes de concreto, container e concreto PVC, mas existem outros modelos.

Alvenaria convencional ou de vedação

Dos métodos construtivos, esse é o mais usado no Brasil. Um sistema composto por estrutura feita por vigas, pilares e lajes em concreto armado moldado in loco.

Lembrando que a parede de alvenaria possui apenas função de vedação. Os blocos escolhidos podem ser de cerâmica, tijolo ecológico (alternativa mais sustentável) ou de concreto. Esse último possui espaço para instalações elétricas e hidráulicas, reduzindo desperdício no processo de quebra.

Os principais benefícios são:

  • Materiais encontrados com facilidade no Brasil com custo acessível;
  • Não necessita de mão de obra extremamente qualificada para a sua execução;
  • Grande flexibilidade, já que possibilita adaptação a diversos tipos de projetos e suporta grandes vãos;
  • Permite realização de reformas futuramente.

Alvenaria estrutural

Neste caso, os próprios blocos de alvenaria cumprem com o papel de empregar uma estrutura.

Com a necessidade da elaboração de um projeto detalhado e compatibilizado com o planejamento elétrico e com o hidrossanitário, o método precisa de uma boa execução com as paredes niveladas e no prumo. Por isso, a mão de obra precisa ser bem qualificada.

Diferente de outros métodos construtivos, a alvenaria estrutural limita as opções estéticas e reformas futuras. No entanto, apresenta outros benefícios como:

  • Evita desperdício de materiais;
  • Possibilita uma construção ágil e fácil;
  • Exige um número de profissionais reduzido;
  • Permite uma execução de qualidade;
  • Maior economia.

Parede de concreto

Para fazer as paredes de concreto armado, esse sistema utiliza vedação como estrutura. Assim, as paredes são concretadas a partir de formas de madeira ou metálicas, que auxiliam a montagem in loco.

É importante tomar cuidado com a escala do projeto, uma vez que esse método só é vantajoso em larga escala. Isso porque as formas metálicas ou de madeira possuem um custo alto.

Entre os benefícios estão:

  • Agilidade nos processos de construção;
  • Possui instalações elétricas e hidráulicas embutidas, evitando desperdício de materiais e retrabalhos;
  • Muita resistência ao fogo.

Pré-Fabricados em métodos construtivos

O método é caracterizado pelo uso de elementos pré-fabricados. Ou seja, que já saem das fábricas prontos e são montados no canteiro de obras. Mas apesar de parecer muito mais simples, o método também exige mão de obra qualificada e um bom planejamento de execução, além da proximidade das fábricas.

As vantagens são as seguintes:

Diminui o tempo de execução da obra;
Evita desperdício;
Reduz os custos.

Algumas tecnologias se destacam dentro desse método que preza pelo pré-fabricado como o Wood frame e o Steel frame.

Wood Frame

Ao utilizar esse método, você aposta no uso de perfis de madeiras, cobertos por certo sistema de contraventamento que é feito com chapas OBS, placas cimentícias ou drywall.

Esse método não é muito adequado ao Brasil, uma vez que o país possui um clima úmido. Sendo assim, para adaptar a madeira ao clima brasileiro é preciso fazer um tratamento no material, além de realizar manutenção com frequência.

  • Construção sustentável, com o uso de madeira de reflorestamento renovável;
  • Permite uma execução rápida;
  • Mais econômico;
  • Excelente desempenho térmico e acústico.

Steel Frame

Com uma proposta semelhante ao Wood Frame, esse método utiliza perfis de aço galvanizado para compor o esqueleto da estrutura, sendo fechado por placas cimentícias de madeira ou drywall.

Esse método não precisa de tanta manutenção como o anterior, mas a mão de obra para o uso e execução desse modelo deve ser qualificada. Além disso, esse método tem um custo mais variável, sendo difícil definir de maneira isolada se é mais barato ou caro que outros sistemas.

  • Agilidade na construção;
  • Redução do peso da estrutura;
  • Execução mais precisa;
  • Melhor isolamento térmico e acústico;
  • Reduz os custos

Concreto PVC

Esse sistema que também se baseia em uma construção modular é composto por painéis de PVC que formam as paredes. Isso tanto na parte estrutural quanto na etapa de acabamento dos ambientes.

Sendo assim, os painéis são fabricados e chegam prontos ao canteiro. Dessa maneira, o esqueleto da edificação é montado de acordo com que esses painéis vão se encaixando.

Em seguida, após a montagem, os componentes elétricos e hidráulicos são instalados. Depois basta fortalecer a estrutura. Assim, os painéis são preenchidos por concreto permitindo que a estrutura fique firme. As vantagens desse método construtivista são:

  • Não suja o canteiro de obra;
  • Evite que materiais sejam desperdiçados;
  • Construção rápida;
  • Exige uma mão de obra reduzida;
  • Bom isolamento térmico e acústico

Containers para métodos construtivos

Os containers também são uma opção de método pré-fabricado e modular. As caixas metálicas precisam passar por um processo que inclui serralheria, funilaria e pintura. Algumas vantagens do uso de containers para a construção de imóveis são:

  • Construção rápida que pode ser aliada a outros sistemas;
  • Método sustentável, uma vez que evita produção e descarte de resíduo;
  • Aparência moderna;
  • Redução dos custos;
  • Durabilidade.

Impressão 3D

Com alta tecnologia, esse método consiste no uso de máquinas que constroem uma edificação praticamente sozinha, a partir de um projeto detalhado.

Já existem casas construídas dessa maneira no Brasil , porém essa é mais uma promessa para o futuro do que uma realidade.

Maior agilidade nos processos
Evita geração de resíduos e desperdícios
Customização de projetos;

Deu para perceber que não existe apenas a possibilidade de construir um imóvel com tijolo e concreto. São diversas as possibilidades, que com suas vantagens e desvantagens são adequadas para cada obra.

Quer receber notificações de outros conteúdos sobre a Indústria da Construção? Nos siga no instagram (@tspsistemas)

Deixe um comentário