fbpx

A digitalização da venda no mercado imobiliário

Falar em processos de venda na Indústria da Construção Civil, envolve a venda em muitos cenários possíveis: a venda Imobiliária, a venda de materiais de construção, a venda de softwares, entre outras. E a digitalização da venda é possível em todas essas áreas.

Sendo assim, desde o momento da decisão, até a escolha dos canais de compra, as empresas precisam se adequar a esse cenário digital. Devemos prezar pela praticidade e pela otimização desse processo.

Dessa forma, mais do que digitalizar, essa é uma oportunidade para se repensar a lógica da venda e assim trazer benefícios, não só para os clientes finais, mas também para os consultores e corretores.

Neste texto você confere:

Por que digitalizar os processos de venda ?
Vendas digitalizadas na Construção Civil
Ferramentas para a digitalização da venda
Instagram, Linkedin e E-mail marketing ajudam a vender mais
A digitalização da venda de imóveis
Construindo vendas a partir do digital

Por que digitalizar os processos de venda?

Escrevendo esse texto em um cenário de pandemia, em que se fala tanto em isolamento social, parece meio óbvio responder essa questão, mas claro que o processo de digitalização da venda é bem anterior a esse problema de saúde pública.

De qualquer forma, o momento mostra que a digitalização é benéfica, inclusive nessa situação. Porém, indo além desse fato é possível perceber que a digitalização das vendas apresenta vantagens para ambos os lados.

No ponto de vista do cliente podemos apontar como benefício a flexibilidade, a facilidade e a multiplicidade de opções. Uma vez que basta uma busca na internet para você encontrar todas as informações sobre um produto ou serviço.

Além disso, através do serviço online você pode ter acesso a inúmeras marcas conferindo as ofertas e vantagens de cada uma delas.

Realizar uma venda online garante benefícios também para as empresas e principalmente para os seus consultores:

  • Mais flexibilidade para atender aos pedidos;
  • Agiliza a entrega e reduz erros ao anotar os pedidos diretamente no sistema;
  • Gestão de estoque em tempo real, feita automaticamente de forma ágil e transparente;
  • Sugere alternativas de vendas ao consultor;
  • Permite promoções direcionada e segmentadas, já que considera histórico de compra do cliente;
  • Maior controle de qualidade de serviço e atendimento;
  • Acelera a tomada de decisão;
  • Mais organização.
  • Oferece logísticas mais dinâmicas e evita gargalos;
  • Permite uma previsibilidade de faturamento;
  • Otimiza os processos;
  • Aumenta a satisfação do cliente.

São muitos os benefícios, né?! Mas para alcançá-los é preciso ter uma equipe preparada e ter conhecimento geral do processo, entendendo tudo que ele precisa mobilizar nas mais diferentes áreas.

Vendas digitalizadas na Construção Civil

Assim como em outros setores, a digitalização na construção civil possibilita novas oportunidades e possibilidades, para quem vende e para quem compra. Mas de qual tipo de venda e compra estamos falando exatamente?

Considerando a complexidade dessa indústria é bom destacar que esse tipo de venda privilegia a compra e venda de imóveis, materiais, tecnologia, serviços de incorporadoras e loteadoras, ou seja, são diversas frentes alinhadas à essa área.

No setor imobiliário ainda tem a opção do aluguel, que também tem o seu processo alterado a partir da digitalização.

Dessa forma, podemos dizer que as lojas e pontos de venda estão agora em todos os lugares. A negociação é feita pelos aplicativos dos smartphones e por diversos meios online. Assim, a trajetória do consumo passa por vários canais, no intuito de atender o cliente da melhor forma possível.

São muitas as tendências tecnológicas que contribuem para automatizar os serviços na Construção Civil, como já falamos aqui. Mas agora vamos entender quais são as ferramentas que auxiliam para efetuar uma venda digitalizada.

Ferramentas para a digitalização da venda: rede social, e-mail marketing, sites e mais...

Como já comentamos aqui ao analisar a jornada do cliente, antes que a venda ocorra é preciso ter uma estratégia de marketing bem estruturada. Neste caso, uma estratégia de marketing digital.

Atualmente para falar de comunicação, marketing e venda temos que falar de Rede Social. Uma vez que hoje, essa não pode ser considerada uma escolha. Se fazer presente nas redes é quase uma obrigação de toda marca que pretende vender.

Instagram, Linkedin e E-mail marketing ajudam a vender mais

Com bilhões de usuários ativos, o Instagram é uma rede muito importante para evidenciar a sua marca. É bem comum procurar um serviço ou produto a partir do buscador da ferramenta, portanto entenda que você precisa estar lá.

Sendo assim, aposte nessa rede social criando um perfil comercial, já que essa é a melhor forma de analisar métricas e mensurar resultados. Depois você precisa levar em consideração o seu público para criar uma linguagem que converse com ele e publicar constantemente.

Não é tão simples se destacar em meio a milhares de marcas com serviços e produtos semelhantes, mas com uma boa estratégia e com conteúdo de qualidade, as suas chances são bem maiores.

No entanto, existem outras redes em que você pode investir, como o Facebook e o TikTok. O próprio Linkendin, que apesar de não ser direcionado para venda, também pode ser uma boa oportunidade de negócio.

Isso porque o Linkedin é uma rede social profissional, ou seja, acaba sendo uma maneira de encontrar leads qualificados e descobrir outras fontes de venda.

Além das redes sociais, uma estratégia que funciona muito bem quando trabalhada adequadamente é o E-mail marketing. Essa ferramenta normalmente envolve todo um trabalho de Inbound Marketing, como já conversamos aqui.

Mas basicamente essa é uma estratégia que se baseia na produção de conteúdo de qualidade e no entendimento do funil de vendas, já que o e-mail deve ser enviado considerando a etapa específica que o lead se encontra no processo de compra.

Todos esses meios citados aqui, contribuem para aumentar a venda, mas existem aqueles específicos de cada tipo de negócio. Por exemplo, a venda pode ser feita por e-commerce como ocorre em algumas lojas de material de construção ou através de outra plataforma de negociação.

A digitalização da venda de imóveis

As imobiliárias quando começam a trabalhar on-line precisam estabelecer propostas que sejam mais do que apenas ter uma página para anunciar os imóveis. Dessa forma, é preciso considerar as ferramentas que são capazes de oferecer uma experiência acessível e fluída para o cliente.

Como uma boa estratégia de marketing digital, não precisa de o corretor ir até o cliente, pois ele mesmo vai procurar a imobiliária, já entendendo sobre o imóvel e suas vantagens. Mais do que isso, já conhecendo o imóvel mesmo antes de visitá-lo pessoalmente.

Portanto, como o cliente já chega bem informado, o corretor deve estar preparado para sanar outras questões, uma vez que esse é um mercado de venda de alto custo. Assim, ambos os lados economizam tempo e reduzem a burocracia.

Um quesito muito importante, neste caso, é a forma de apresentação do imóvel na plataforma. Invista em fotos profissionais, com alta qualidade. Se possível faça vídeos produzidos do empreendimento, assim o cliente consegue se enxergar naquele espaço.

Além disso, aposte em uma descrição bem detalhada do imóvel com o máximo de informações possíveis e formate o anúncio adequadamente para impactar o cliente.

Construindo vendas a partir do digital

Contratar uma ferramenta CRM é uma ótima opção para organizar as etapas de venda. Essa interface facilita o trabalho tanto da imobiliária quanto dos corretores.

Dessa forma, torna-se possível ter uma visão estratégica das vendas do empreendimento com tudo em um mesmo lugar.

O Construtor de Venda, por exemplo, oferece diversas vantagens:

  1. Disponibilidade/ Espelho de vendas: a equipe toda consegue visualizar a disponibilidade dos empreendimentos, em tempo real. Assim evita-se a venda duplicada.
  2. Gestão de Propostas: permite a visualização das melhores condições para uma proposta, possibilitando que você aumente suas vendas.
  3. Gestão de Imobiliárias e Corretores: oferece um painel de acesso exclusivo, para que as construtoras e loteadoras consigam integrar informações de todas as unidades do empreendimento. Isso facilita realizar propostas e reservas.
  4. Gestão de Comissão: permite que as saídas financeiras sejam controladas, estabelecendo quais são os valores para pagamentos de comissões de vendas realizadas por imobiliárias e corretoras.
  5. Análise de Crédito: verifica a viabilidade financeira a partir de uma conversa com o cliente.
  6. Gestão de Metas: acompanha, em tempo real, o desempenho das imobiliárias e corretores.
  7. Tabela de Preço: oferece acesso rápido às tabelas de preços dos empreendimentos, já com valores predefinidos.
  8. Venda seu terreno: concede um formulário exclusivo para sua empresa receber propostas. Isso aumenta a participação em diferentes cidades e bairros.

Além de todas essas vantagens, o software facilita a venda online a partir da assinatura digital , que diminui burocracias contratuais características desse setor.

Quer saber outras informações? Entre em contato conosco clicando aqui.

Deixe um comentário