fbpx

Como fazer o controle de qualidade de obra?

Qual a importância do controle de qualidade de obra? Como isso faz a diferença no canteiro? Essas são algumas questões que serão respondidas neste texto.

Sempre falamos aqui sobre a complexidade da indústria da construção civil. O controle de qualidade é mais uma forma de fazer com que tudo funcione de maneira prática e eficiente.

Desse modo, existem alguns caminhos que podem e precisam ser tomados para executar esse processo.

Para compreender melhor leia o texto e confira:

A importância do controle de qualidade de obra
Os maiores benefícios do controle de qualidade de obra
Passo a passo do controle de qualidade de obra
Os pilares do controle de qualidade

A importância do controle de qualidade de obra

Ter um controle de qualidade bem executado significa que há grandes chances de você entregar bons projetos. Isso também contribui para as operações de pós-venda de uma empresa. Pensando a longo prazo esse é um investimento que traz muitos benefícios e pode melhorar a imagem da sua empresa no mercado.

Quando não há um controle de qualidade, aumentam as chances de você se depara com problemas de reclamação de clientes, retrabalhos, perda de contratos, multas, além de outras questões. Ou seja, é melhor apostar nessa proposta preventiva, que deve facilitar o seu trabalho.

Além disso, muito mais do evitar problemas, o controle de qualidade possibilita uma construção de marca sólida e bem posicionada, que desperta a confiança dos clientes. Por isso, esse é um processo que precisa de existir constantemente

Mas é preciso considerar as mudanças que ocorrem no mercado da construção civil, uma vez que as soluções também acabam mudando ou se transformando.

Com a importante e constante modernização do setor, novas políticas de segurança e novos padrões normativos que possibilitam a qualidade da obra acabam surgindo e mudando muita coisa em um curto espaço de tempo.

Por isso, é importante ficar atento. Assim você consegue estar alinhado à um método que foi fiscalizado para que as reais demandas do mercado, das pessoas e do meio ambiente sejam atendidas.

O uso de técnicas e estratégias que prezam pelo aumento da produtividade são pontos importantes para gerenciar a qualidade de uma obra.

Uma norma que é considerada relevante na construção civil é o ISSO 9001. Segundo o Sistemas de Gestão de Qualidade (SQG), a ISSO 9001 deve ser considerada desde a contratação de pessoal até a última etapa, (entrega das chaves).

Desse modo, você possibilita a realização de um trabalho de qualidade e, consequentemente, garante a satisfação do cliente.

Os maiores benefícios do controle de qualidade de obra:

  1. Segurança: tanto os colaboradores que trabalham diariamente no canteiro de obra, quanto os moradores do espaço construído, ficam mais seguros quando projeto é executado pensando no controle de qualidade;
  2. Produtividade: como já foi apontado, esse é um dos pontos positivos do uso do controle de qualidade, já que essa proposta quando aplicada da forma correta, resulta no aumento da produtividade de tarefas grande e pequenas;
  3. Agilidade: Entregar no prazo e ter um orçamento em dia deixa de ser uma dificuldade quando existe um controle de qualidade de obra. Um bom sistema de gestão e o uso de boas plataformas facilitam isso;
  4. Qualidade do produto: a ideia do controle, obviamente, tem como um dos objetivos, entregar um produto final que seja capaz de satisfazer o cliente. E é isso que deve acontecer neste caso;
  5. Otimização dos custos: quando o controle de qualidade é aplicado, os investimentos vão para o lugar certo. Não é só sobre corte de gastos, é sobre saber aplicar o valor disponível. O programa também evita desperdícios e compra de materiais ruins, contribuindo para otimizar os custos.

Passo a passo do controle de qualidade de obra

Os benefícios e a importância do controle de qualidade de obra são evidentes. Mas como colocar isso em prática:

1.Adquira um sistema digital de controle de qualidade

É nesse sistema que outras ferramentas da sua gestão de negócios serão integradas. Assim, você consegue ter controle das ações que acontecem no escritório e também daquelas que ocorrem no canteiro de obras.

2.Treine os colaboradores

Para que os colaboradores da empresa consigam compreender e executar bem as ações das ferramentas é necessário capacitá-los para isso. O treinamento é importante até para atualizar o conhecimento com uma frequência maior.

3.Inicie o controle de qualidade durante a realização do serviço

Não espere ter algo pronto para analisar e garantir a qualidade, comece fazendo isso durante a execução dos serviços. Assim, você consegue criar processos claros e oferecer treinamento, materiais e ferramentas que elevam a qualidade do serviço.

4.Estabeleça um grupo de parceiros gabaritados

Entenda quais são os melhores fornecedores, funcionários, prestadores de serviços e até clientes. Isso garante, por exemplo, que os materiais estejam do jeito certo, no horário certo, entre outras coisas.

5.Ajuste os processos em tempo real

Não se acomode em relação aos projetos, busque melhorias em todos os detalhes, para que assim você perceba o problema e consiga ajustar naquele mesmo instante.

Os pilares do controle de qualidade

Como é possível perceber, existem alguns pontos primordiais para fazer o controle de qualidade de obras.

Ter atenção aos fornecedores é um dos pilares mais importantes na hora de pensar na qualidade. Assim, você precisa se atentar a reputação do fornecedor e já fidelizar um que execute um serviço de qualidade com entrega no prazo.

Desse modo, não adianta pensar só no custo-benefício e no lucro. Escolha pela qualidade, e tente pesquisar e entender se está pagando um preço justo pelo material. Confiança e compromisso são as palavras-chave para pensar no fornecedor.

Não esqueça de escolher um bom material também, pois não adianta ter um bom fornecedor, mas a qualidade do material ser ruim.

Para evitar esse tipo de problema, tente seguir a norma NBR 15575 com atenção. Assim, você garante que todos os materiais utilizados estejam no mesmo nível.

O local da armazenagem do material também deve ser considerado, se a intenção é manter a sua qualidade intacta.

Por fim, esteja por dentro da capacidade e características positivas e negativas dos seus colaboradores. Assim, você consegue entender o que será executado com alta qualidade e o que precisa ser repensado, antes que a execução ocorra. Essa é uma função importante do gestor de obra.

Essa mesma regra e cuidado deve ser aplicada aos serviços terceirizados que ocorrem durante a execução da obra. É importante que tudo esteja no mesmo nível qualitativo.

O uso de tecnologias e de diversos sistemas é o que auxilia na gestão do controle de qualidade.

Assim, a supervisão pode ser bem feita em obras de diferentes dimensões, acompanhando diferentes fases do projeto.

Para conhecer uma plataforma que contribui para a execução desse serviço entre em contato por aqui.

Gostou deste conteúdo? Nos siga no instagram e acompanhe tudo sobre esse e outros assuntos.

Deixe um comentário