fbpx

Por que usar drones na construção civil?

Já falamos sobre o uso de drones na construção civil aqui no blog quando tratamos sobre automatização de tarefas. Mas para muitos profissionais ainda não está muito claro qual é a importância dessa ferramenta na rotina diária do canteiro de obras.

Não, o drone não é só uma modinha e vai muito além de um equipamento útil no marketing para fazer gravações de vídeo com imagens amplas. O drone possibilita alguns benefícios importantes para a construção civil. Por isso, neste texto você confere:

O que são os drones, afinal?
As vantagens do uso de drones na construção civil
Qual é a função do drone na construção civil na prática?

O que são os drones, afinal?

O drone na construção civil vem se tornando uma realidade ao longo dos últimos anos. Mas essa proposta de um objeto que voa sozinho, controlado por uma longa distância, parecia bem abstrata há pouco tempo atrás. No entanto, existe um histórico do equipamento.

Você sabia que essas pequenas aeronaves surgiram no meio militar? Foi nesse setor que apareceram as primeiras propostas de drone e só depois disso que eles se popularizaram e tiveram o custo reduzido.

A partir disso, o recurso passou a ter uma função importante em áreas industriais e comerciais. Ou seja, além de ser usado na construção civil e de ser um recurso muito útil em projetos audiovisuais, o drone é um equipamento que também é utilizado em outras áreas.

Na prática, para você entender melhor, os drones funcionam como veículos aéreos controlados à distância com uso de controles remotos, ou até dispositivos móveis.

Esses veículos aéreos não tripulados podem ser de diferentes tamanhos e formatos. Eles são movidos a baterias que têm duração longa e carregam rapidamente. A maioria dos drones são compostos por hélices, já que essa é uma ferramenta que permite que o objeto alcance mais de 2 mil metros.

O ideal é que os drones tenham câmeras e sensores, assim, será possível registrar fotos, vídeos e ainda fazer escaneamento da superfície. Só essa descrição já mostra que esse equipamento pode ser muito útil na realidade da construção civil.

Mesmo que historicamente, esse seja um setor que tenha preferência pelas técnicas tradicionais, hoje em dia vem se tornando quase impossível abdicar dos novos equipamentos modernos e cheios de funcionalidades. Por isso, grande parte das empresas têm se rendido às soluções tecnológicas.

As vantagens do uso de drones na construção civil

Os drones na construção civil possibilitam a coleta de imagens aéreas, contribuindo assim para as auditorias das obras e, consequentemente, para a fiscalização de obras públicas.

Os veículos aéreos não tripulados (VANTs) têm transformado a realidade dos canteiros de obra. Isso porque, um voo de prospecção já oferece muitas métricas e visuais da área. Assim, muitos estudos podem ser realizados com apenas uma ação, podendo resultar em um projeto executivo de qualidade.

A análise prévia da área garante maior assertividade no projeto, além disso esse único voo garante informações ricas e tem um baixo custo.

Em geral, esses dados são utilizados nos primeiros estudos contribuindo muito para o desenvolvimento do projeto. Sendo assim, auxilia nos levantamentos, cadastros de áreas e análise de questões técnicas, incluindo a insolação do local em cada dia e horário.

Além disso, contribui para valorizar as imagens de empreendimentos imobiliários, trazendo novos ângulos do projeto para atrair os clientes. Com imagens coletadas de diversos ângulos é possível ter uma noção mais próxima do real, o que auxilia nas modelagens 3D, por exemplo.

Ou seja, o desenvolvimento, a composição de infraestrutura e a capacidade de realização otimizada do projeto aumentam com o uso de drones na construção civil.

Considerando o que foi abordado acima, destacamos a seguir alguns benefícios do uso de drones na indústria da construção.

7 benefícios do uso de drones na construção civil

  • Mapeamento da área construída: permite ter uma visão mais real do projeto;
  • Confere mais proteção e segurança: possibilita que os erros sejam vistos antes, assim, as soluções também são antecipadas;
  • Acompanha o progresso da obra e a atuação dos operários: com o uso de drones torna-se mais fácil estudar os detalhes de cada passo dado na evolução de uma obra, inclusive permite o monitoramento dos funcionários. Ou seja, auxilia muito na rotina de um gestor;
  • Realiza análise das estruturas: facilita o entendimento da estrutura do local a partir de uma visão ampla;
  • Captura imagens em diversos ângulos: permite acessar e visualizar áreas que seriam difíceis sem o uso dos drones. Isso auxilia no planejamento, por exemplo, de construções indústrias, de infraestrutura, imobiliárias e residenciais;
  • Imagens e informações de qualidade: com o uso de drones, a produção de informação e imagens é feita de forma ágil e prática. Isso possibilita custos reduzidos e entregas no prazo, ou seja, melhora a qualidade do serviço;
  • Diminui riscos de acidentes: o serviço de verificação de qualidade de elemento estrutural feito pelos drones, evita a necessidade de expor os colaboradores à altura e outros lugares arriscados.

De maneira geral, os sensores fornecem informações que podem ser usadas para soluções tecnológicas, otimizando projetos, gerenciando e planejando obras nos softwares de gestão.

A possibilidade de voo de drone feito de maneira autônoma, configurado em locais e horários programados contribui para geração de dados importantes que são usados para soluções nas mais diversas áreas da empresa.

Como funciona o drone na construção civil na prática?

Para começar a responder essa questão, um ponto que deve ser levado em consideração é saber quem e como irá executar tal função.

Isso porque, o colaborador responsável por guiar o drone deve ser orientado de maneira correta através de cursos que ofereçam informações sobre o softwares e parâmetros de tecnologia UAV.

Ou seja, não adianta apenas usar a inovação tecnológica, os funcionários precisam praticar e desenvolver a experiência com comprometimento, só assim os benefícios serão identificados.

Após o treinamento, os colaboradores do canteiro de obra podem usar o drone para mapear os terrenos. Após um breve voo é possível compreender os obstáculos e o que deve ser solucionado. Essas imagens vão possibilitar uma visão de como a obra deve ficar no futuro, já que simulações podem ser usadas.

Os voos programados permitem analisar como anda as fases da construção, podendo fiscalizar o uso de EPIs e EPCs a partir das imagens que são feitas durante o voo, além da verificação dos elementos estruturais. Desse modo, as equipes podem ficar em segurança no canteiro.

A inspeção de obras também é facilitada com o uso de drones, já que telhados e lajes, além de outros elementos podem ser analisados.

Os drones geram nativamente os seguintes dados.

  • Nuvem de pontos: conjunto de pontos que possui 4 características: coordenadas X, Y, Z, além da a cor;
  • MDS (Modelo Digital de Superfície): superfície que descreve a elevação da superfície da área levantada, contendo os objetos;
  • MDT (Modelo Digital de Terreno): superfície que descreve a elevação do solo da área levantada, sem a presença de objetos;
  • Ortomosaico: imagem única de toda a área, ortogonal, retificada e georreferenciada, obtida pela soma das imagens capturadas;
  • Modelo 3D Mesh: estrutura de um objeto 3D que é construído a partir de polígonos e texturas;

Para saber mais sobre o assunto clique aqui.

Não deixe de nos seguir no instagram (@tcpsistemas) para receber outros conteúdos sobre a indústria da construção.

Deixe um comentário