fbpx

Por que usar a metodologia SMART no mercado imobiliário?

Ter objetivos e metas bem definidas é um passo importante para traçar uma boa estratégia de venda para as incorporadoras. Por isso, a metodologia SMART no mercado imobiliário vem se tornando uma forma efetiva para colocar isso em prática.

Todo projeto precisa ser norteado para que as expectativas sejam criadas e realizadas. As metas S.M.A.R.T surgem com esse propósito, também mudando a forma de definir metas.

Sendo assim, o método que garante coesão e assertividade, permite que a sua incorporadora se diferencie da concorrência, justamente por incentivar que equipes tenham proatividade e um bom planejamento.

O que é a metodologia SMART?

Metodologia SMART no mercado imobiliário

As vantagens da metodologia SMART

O que é a metodologia SMART?

Antes de começar a abordar a metodologia em si, é importante compreender o que são metas e objetivos. Porque muitas pessoas costumam confundir esses dois termos que têm significados diferentes.

O objetivo está diretamente ligado ao lugar em que você pretende chegar. Pode ser definido como aquilo que você deseja alcançar. Porém, para obter sucesso com um objetivo você precisa ter planejamento e estratégia.

Sendo assim, ao elaborar um objetivo pense que ele precisa ser realista, ter um motivo relevante para existir e ter a possibilidade de ser mensurado. É justamente nessa última categoria que entram as metas.

As metas servem como um meio de você alcançar um objetivo final. Dessa forma, elas são a quantificação de um objetivo. Assim, para estabelecer metas é importante definir prazos e uma quantificação. Quanto mais especificações tem uma meta, mais fácil se torna definir um plano de ação.

Ou seja, apesar de possuírem significados diferentes, metas e objetivos são conceitos que se complementam e que devem fazer parte da nossa rotina diária para dar impulso às nossas ações.

Para aplicar isso de uma maneira eficiente surge a metodologia S.M.A.R.T. Um acrônimo em que cada letra representa um conceito, formando assim, as metas de cada categoria.

S: Specific (Específica)

A especificidade é a primeira característica do método. Como já falamos acima, isso facilita estabelecer um plano de ação. Por isso, ter um sentido específico, ou até melhor exclusivo é muito importante no momento de estabelecer metas. 

Seja claro para definir uma meta, assim todos da equipe conseguirão entender o propósito. Objetivos ambíguos e subjetivos dificultam a efetivação do processo.

Sendo assim, busque compreender: o que pretende alcançar, a importância da meta, qual setor vai colocar em prática e quais são as tarefas necessárias para alcançar tal meta.

M: Measurable (Mensurável)

Para você entender se uma meta foi alcançada ou não, ela precisa ser mensurável, certo?! Portanto, ao pensar em uma meta é necessário estabelecer meios para medi-la. Assim, você vai conseguir analisar e comparar os resultados, entender o que de fato funcionou e o que precisa ser modificado.

O indicativo de medida pode ser em preço ou porcentagem, por exemplo. Com esses números em mãos as empresas conseguem coletar e monitorar os dados.

Dessa maneira, nessa etapa questione: o que você espera como resultado da meta? Como devo medir o resultado? Qual número é positivo para esse resultado? Em quanto tempo preciso alcançar a meta?

A: Attainable (Atingível)

Não adianta criar uma meta que você sabe que sua incorporadora não irá alcançar. Portanto, crie metas atingíveis que possam te fazer elevar suas expectativas e sonhos. Ou seja, seja realista, mas não deixe de acreditar em objetivos maiores futuramente.

Quando você estabelece metas entendendo os recursos financeiros e materiais do seu negócio, você evita frustrações e aumenta a confiança e produtividade da equipe.

Sendo assim, para criar metas atingíveis busque compreender se a empresa tem condições financeiras para realizá-la, se a estrutura da empresa permite o cumprimento no prazo e quais são as diferentes formas para atingir essa meta.

R: Relevant (Relevante)

Qual a importância da meta para a sua incorporadora? Todos os setores entendem e acreditam nessa importância? O cumprimento da meta interfere no processo da empresa e contribui para o seu crescimento?

Essas são algumas questões que devem ser feitas para garantir se existe um propósito por trás da meta que você, junto com a sua equipe, pretende alcançar. Em geral, pense no que é prioridade para o seu negócio e foque nisso. Assim, as metas secundárias podem ser descartadas.

T: Time bound (Temporal)

Essa característica é necessária para evitar procrastinação e fortalecer o foco da equipe envolvida. Isso porque quando existe um prazo que define a previsão de entrega de uma demanda a determinação dos envolvidos acaba sendo maior.

Porém, definir esse tempo limite nem sempre é uma tarefa fácil. Por isso, considere a opinião dos colaboradores responsáveis pelas demandas e projetos antes de qualquer decisão de prazo.

Você deve questionar, de fato, quanto tempo é preciso para realizar a meta sem que diminua a produtividade e, consequentemente, a qualidade da entrega.

Metodologia SMART no mercado imobiliário

Uma incorporadora tem como principais objetivos, o comprometimento com os clientes e colaboradores. As metas SMART podem contribuir para que esses objetivos sejam alcançados constantemente, uma vez que o método apresenta um planejamento que culmina em oportunidade e crescimento.

As vantagens da metodologia SMART no mercado imobiliário

No dia a dia do trabalho, a metodologia pode garantir o sucesso das ações dos corretores, já que irá direcionar suas ações para que eles alcancem seus objetivos. Assim, a produtividade do serviço aumenta e os resultados de venda melhoram.

Ou seja, a metodologia SMART permite que um corretor crie e mensure as suas metas, garantido que o seu esforço seja efetivo a partir da criação de um bom planejamento de vendas. Dessa forma, a metodologia SMART:

  • Contribui para que o corretor tenha foco em sua atividade, já que ela irá elaborar metas específicas, mensuráveis, atingíveis, relevantes e temporais. Isso permite maior competitividade de mercado.
  • Permite a definição de métricas adequadas para o acompanhamento dos resultados.
  • Fortalece o seu posicionamento do mercado imobiliário, já que você passa a entender melhor como ele funciona, sabendo quais imóveis vendem mais para um certo público, por exemplo.
  • Auxilia na escolha das ferramentas que devem ser utilizadas para alcançar um objetivo. Assim você sabe se é preferível apostar em portais imobiliários, redes sociais ou realidade virtual. Sempre traçando essas escolhas, alinhando com suas metas.
  • Aumenta a produtividade, uma vez que as tarefas ficam mais coordenadas e com os objetivos mais claros.
  • Otimiza o tempo de execução e organização das ações das atividades.

Considerando todos esses aspectos, fica claro que a metodologia SMART é um facilitador na rotina dos corretores de imóveis. Com testes, atenção e dedicação você consegue atingir um dos objetivos principais, vender mais.

Para saber mais sobre o mercado imobiliário, nos siga no Instagram (@tcpsistema).

Deixe um comentário